Órgãos

Bem-Estar Animal



  • Banner: Oba
home >
Controle Populacional

Como providência imediata, em 2005, a Coordenadoria do Bem-Estar Animal iniciou uma campanha de castrações entre os animais domésticos das populações mais carentes. A primeira "carrocinha do bem" saiu no dia 16 de Agosto de 2005 para um dos morros da Trindade, com a voluntária Mari como cadastradora. Até o presento momento,(Junho de 2010) vinte e dois mil animais já foram esterilizados. O projeto é uma parceria da Prefeitura Municipal de Florianópolis com a comunidade. Associações de Bairros, ONGs, protetores e voluntários. A Prefeitura disponibiliza os meios e a comunidade identifica os animais que irão entrar no programa em cada bairro da cidade.

 

Uma vez cadastrados os animais (cães e gatos), no dia agendado, a “carrocinha do bem” vai até o bairro no ponto de encontro marcado pelo voluntário e conduz os animais em número de no mínimo 10 e no máximo 24 ao Centro Cirúrgico, onde diariamente os três veterinários cirurgiões realizam os procedimentos cirúrgicos. Após 72 horas, tendo recebido antibiótico e antiinflamatório de larga duração, os animais retornam às suas casas. E os responsáveis pelos animais fazem os cuidados com o pós-operatório.

Os animais errantes também estão sendo castrados. Para isso criamos a figura do “animal comunitário”, que é todo àquele sem dono definido mas com um voluntário que irá ser responsável pelo pós-operatório do animal, mas sem obrigatoriedade de ficar com o animal.

 

A retirada dos pontos, após 10 dias da cirurgia, pode ser feita: pelo voluntário do bairro, trazendo o animal no Centro Cirúrgico ou pelo seu próprio responsável.

Se algum animal que for encaminhado estiver em situação flagrante de maus-tratos, são retidos na Dibea e seus proprietários e denunciados ao Ministério Público. Fazemos diariamente 24 cirurgias de castração para atingir a meta mensal de 450/480 cirurgias.

Se o animal possuir tumores, hérnias ou necessitar de outra cirurgia, mediante avaliação de nosso Médico Veterinário, também poderá ser realizada gratuitamente.

 

Considerando a progressão geométrica com que se multiplicam os animais no abandono, com 1.000 fêmeas caninas castradas no período de um ano (contabilizando 2 crias a cada ano, com uma média de 6 descendentes por parto, sendo 50% fêmeas) deixarão de nascer 30.000 novos indivíduos /ano, que fatalmente iriam perambular pelas ruas de nossa cidade disseminando zoonoses como: bicho de pé, bicho geográfico e muitas outras. Um cão produz em média 200 gramas de fezes e urina por dia. Com os 30.000 indivíduos que deixarão de nascer não serão lançados no nosso meio ambiente algo em torno de 6.000 Kg de dejetos por dia.

 

Clique aqui e saiba como fazer para castrar seu animal gratuitamente!


galeria de imagens


Copyright © 2009-2017 Prefeitura de Florianópolis. Todos os direitos reservados.