Secretaria Municipal de Defesa do Consumidor

18/06/2015 - Consumidor
Telefonia: suspensa venda de acesso à internet
Ação do Procon ocorreu nesta quinta-feira, em shopping na região central

foto/divulgação: Divulgação/PMF

Lojas autuadas não poderão vender planos com internet por 48 horas

Por não cumprir uma ordem judicial, quatro lojas de telefonia celular tiveram de suspender por 48 horas a venda de planos de acesso à internet. A ação do Procon da Capital ocorreu na manhã desta quinta-feira (18), em um shopping da região central.

De acordo com o secretário de Defesa do Consumidor, Tiago Silva, as lojas da Tim, Oi, Vivo e Claro que foram autuadas não estavam cumprindo decisão liminar exarada pelo juiz Hélio do Valle Pereira, da Vara da Fazenda Pública do Estado, no dia 14 de maio, proibindo-as de suspender o acesso à internet, sob pena de multa diária no valor de R$ 500 mil.

“O juiz determinou que as operadoras não podem suspender o serviço de internet após o consumidor atingir o limite da franquia contratada. Como elas não cumpriram, suspendemos as vendas por 48 horas ”, informou o secretário.

Consumidores que tiverem reclamações semelhantes podem ir ao Procon, que fica na rua Tenente Silveira, 299.


galeria de imagens