Secretaria Municipal de Assistência Social

home > serviços
mais acessados
Abaixo estão listados os 10 serviços e documentos mais acessados. Clique no botão para obter mais informações a respeito.

ABORDAGEM SOCIAL (Rua) (4797)

O Serviço de Abordagem Social oferta de forma contínua e programada trabalho social de abordagem e busca ativa, identificando nos territórios a incidência de crianças, adolescentes e adultos em situação de rua. Dessa forma busca a resolução de necessidades imediatas evitando os riscos que a rua oferece, promovendo encaminhamentos ao Centro POP, Hospitais Gerais, IPQ, demais serviços de saúde oferecidos pelo município, além de promover a articulação com outros atores da rede.

O serviço se caracteriza enquanto proposta de atendimento sócio-educativo, com o compromisso restabelecer vínculos familiares, escolares e comunitários de crianças, adolescentes e adultos em situação de rua, identificando ainda situações de violação de direitos.

Usuários: Crianças, adolescentes, adultos e famílias que utilizam as ruas como espaço de moradia e/ou sobrevivência.

Formas de Acesso: Identificação da equipe do serviço ou através de denúncias recebidas nos telefones 0800 643 1407, 9957-2147 e 3223-0824

Endereço: Funciona vinculado ao Centro POP – Passarela do Samba Nego “Quirido” – Avenida Gustavo Richard, s/n – Centro – Florianópolis - SC

Telefone: (48) 3223-0824 e (48) 3223-2549

Horário de Funcionamento: Segunda a sexta-feira, das 08:00 às 18:00 horas, aos sábados, das 09:00 às 19:00 horas.

Abrigo de Crianças e Adolescentes (4388)

Descrição conforme Tipificação: Serviço de acolhimento provisório de crianças e adolescentes em situação de risco pessoal e social, cujas famílias ou responsáveis encontrem-se temporariamente impossibilitados de cumprir sua função de cuidado e proteção.   As atividades ofertadas se fundamentam no atendimento integral à Criança e ao Adolescente, numa dinâmica que se aproxime ao máximo do ambiente doméstico, familiar e comunitário, estando assim o serviço responsável pelo bem estar biopsicossocial da criança e do adolescente acolhido até que seja possível o retorno à família de origem ou colocação em família substituta. Atendimento em unidade institucional semelhante a uma residência. Capacidade de atendimento de 20 vagas.


Usuários: adolescentes de 07 anos a 18 anos incompletos, do sexo masculino

Objetivos: abrigar adolescentes de 07 anos a 18 anos incompletos, do sexo masculino, oriundas do município de Florianópolis, sob medida de proteção (Art. 98 do Estatuto da Criança e do Adolescente/ECA) e em situação de risco pessoal e social, cujas famílias ou responsáveis encontrem-se temporariamente ou permanentemente impossibilitados de cumprir sua função de cuidado e proteção.

Condições e formas de acesso: Os encaminhamentos para acolhimento neste serviço deverão ser efetuados somente pelos Conselhos Tutelares do Município, Juizado da Infância e da Juventude da Comarca de Florianópolis ou Ministério Público.

Contatos dos Conselhos Tutelares de Florianópolis:

 

  • Conselho Tutelar Região Continental - Rua Marechal Câmara, 127 - Estreito, Florianópolis - SC, 88070-240 Telefones: 3244-5691 / 3244-8010.  E-mail: ctcontinente@pmf.sc.gov.br

  • Conselho Tutelar Região Insular - Rua Júlio Moura, 84, Centro, Florianópolis - SC, 88010-090.  E-mail: conselhotutelar@pmf.sc.gov.br

  • Conselho Tutelar Região Norte - Rodovia SC 401, km 18, Condomínio Brasil, Florianópolis - SC, Telefones: 3225-3564 / 3223-4340.  E-mail: ctnorte@pmf.sc.gov.br

    Período de Funcionamento: Ininterrupto (24 horas).

 

Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua – CENTRO POP (4001)

É uma unidade pública e estatal, de referência e atendimento especializado à população adulta em situação de rua, no âmbito da Proteção Social Especial de Média Complexidade do SUAS. Presta serviços especializados e continuados, para pessoas que utilizam as ruas como espaço de moradia e/ou sobrevivência

O Centro POP oferece os seguintes Serviços:

- Serviço Especializado para Pessoas em Situação de Rua, sendo responsável em assegurar atendimento e atividades direcionadas para o desenvolvimento de sociabilidades, na perspectiva de fortalecimento de vínculos interpessoais e/ou familiares que oportunizem a construção de novos projetos de vida. Visa através de uma equipe interdisciplinar (assistentes sociais e psicólogos) prestar atendimento, encaminhamento e acompanhamento de usuários que freqüentam o Centro POP, disponibilizando alimentação ( café da manhã, almoço e lanche) e higiene pessoal.

- Serviço Especializado em Abordagem Social (Rua)- oferecido de forma contínua e programada, tendo como finalidade assegurar trabalho social de abordagem e busca ativa identificando nos territórios a incidência de crianças, adolescentes e adultos em situação de rua. Dessa forma, busca a resolução de necessidades imediatas evitando os riscos que a rua oferece, promovendo encaminhamentos ao Centro POP, Hospitais Gerais, IPQ e demais Serviços de Saúde oferecidos pelo município.

Condições e Formas de Acesso: Antiga Casa da Liberdade – na Passarela do Samba “Nego Quirido” Avenida Paulo Fontes – Centro. Fone: 3223-2549. Telefones de Denúncia: 99572147 e 08006431407.

 

Cartão Passe Rápido do Idoso (3964)

É um projeto desenvolvido pela Prefeitura Municipal de Florianópolis, através da Secretaria Municipal de Assistência Social. O cartão foi instituído por Lei Municipal, que garante ao idoso com 65 anos transpor a catraca dos ônibus gratuitamente, fazendo com que possa usufruir da gratuidade no transporte público municipal com acessibilidade.

 

Condições e formas de acesso: Entrar em contato com a Secretaria Municipal de Assistência Social, segunda a sexta-feira, das 13:00 às 19:00hs para cadastramento. Rua Arcipreste Paiva, nº107 - 9º andar - Centro - CEP: 88020-302 - Florianópolis. Fone: (48) 3213-5589.

- Documentos necessários para cadastramento: comprovante de residência e RG

- 65 anos ou mais

- Ser morador de Florianópolis.

Serviço de Proteção e Atendimento Integral à  Família/PAIF (Obrigatóriamente ofertado no Centro de Referência de Assistência Social/CRAS) (3877)

 

Trabalho social com famílias, de caráter continuado, com a finalidade de fortalecer a função protetiva das famílias, prevenir a ruptura dos seus vínculos, promover seu acesso e usufruto de direitos e contribuir na melhoria de sua qualidade de vida. Prevê o desenvolvimento de potencialidades e aquisições das famílias e o fortalecimento de vínculos familiares e comunitários, por meio de ações de caráter preventivo, protetivo e proativo.

 

Usuários: Famílias em situação de vulnerabilidade social decorrente da pobreza, do precário ou nulo acesso aos serviços públicos, da fragilização de vínculos de pertencimento e sociabilidade e/ou qualquer outra situação de vulnerabilidade e risco social residentes nos territórios de abrangência dos CRAS, em especial:

- Famílias beneficiárias de programas de transferência de renda e benefícios assistenciais;

- Famílias que atendem os critérios de elegibilidade a tais programas ou benefícios, mas que ainda não foram contempladas;

- Famílias em situação de vulnerabilidade em decorrência de dificuldades vivenciadas por algum de seus membros;

- Pessoas com deficiência e/ou pessoas idosas que vivenciam situações de vulnerabilidade e risco social.


Condições e Formas de Acesso: Procura espontânea; encaminhamento da rede socioassistencial; encaminhamento das demais políticas públicas e busca ativa.

 

Período de Funcionamento: Segunda à sexta-feira, das 08:00 às 12:00 horas e das 13:00 às 17:00 horas.

 

CRAS CENTRO I

Rua Professora Maria Julia Franco, 281 José Mendes

Fone: 3222-0148
crascentral.floripa@gmail.com

 

CRAS CENTRO II (Trindade)

Rua Professora Enoé Scutel, 238 – Trindade

Fone: 3338-1076
crascentro2@gmail.com

 

CRAS CONTINENTE I  (Estreito)

Rua Arnoldo Cândido Raulino, 183 - Estreito

Fone: 3348-3150

 

CRAS CONTINENTE II (Capoeiras)

Rua Santos Saraiva, 2011 - Capoeiras

Fone: 3348-6237 ou 3240-1562
crascontinente2@gmail.com

 

CRAS CONTINENTE  III (Abraão)

Rua José Joaquim de Santana, 66 – Abraão

Fone: 3348-0896

 

CRAS CONTINENTE  IV (Jardim Atlântico)

Rua Elesbão Pinto da Luz, 169 – Jardim Atlântico

Fone: 3244-0683 ou 3348-3150
crascontinente1@gmail.com

 

CRAS NORTE I                   ( Canasvieiras)

Rod. SC 401, Km 18 - 17500 - Canasvieiras

Fone: 3369-0840
crasnortepaif@gmail.com

 

CRAS NORTE  II

(Ingleses)

Rua José Gualberto Soares, 371, Sala 01 - Ingleses

Fone: 3369-1302
crasnorte2@gmail.com

 

CRAS NORTE  III 

(Saco Grande)

Rua Brejauba, 61 - Monte Verde -

Fone: 3338-2610
crasnorte3@gmail.com

 

CRAS SUL I

(Saco dos Limões)

Rua José Lacerda, 1025 - Costeira do Pirajubaé 

Fone: 3222-9165
crassulfloripa@gmail.com

 

CRAS SUL II

(Tapera)

Rua José Olímpio da Silva, 280 - Tapera 

Fone 3338-1042
crassul2@gmail.com

 

CRAS SUL III (Fazenda do Rio Tavares)

Servidão Osvaldo Joaquim Antunes, 95 – Fazenda do Rio Tavares

Fone: 3337-4028
crassul3@gmail.com

 

CRAS LESTE  I

(Itacorubi)

Rodovia Amaro Antônio Vieira, 1916 – Itacorubi

Fone: 3338-1068

 

Centro de Referência de Atendimento à Mulher em Situação de Violência - CREMV (3870)

O Centro de Referência de Atendimento à Mulher em Situação de Violência é um equipamento essencial do programa de prevenção e enfrentamento à violência contra a mulher, oferecendo espaço de acolhimento e atendimento social, psicológico e orientação jurídica individual ou em grupo, visando promover a ruptura da situação de violência. Tem como pressupostos básicos os seguintes princípios norteadores:

  • A violência contra a mulher é uma violência dos direitos humanos e se expressa de diferentes formas: violência doméstica, violência sexual, tráfico de mulheres, assédio sexual entre outras.

 

  • A violência contra as mulheres se funda nas desigualdades sociais (em especial a de gênero) que estruturam a sociedade. Para garantir a equidade de gênero, os preconceitos, atitudes e padrões comportamentais na sociedade que perpetuam a violência contra as mulheres devem ser eliminados.


Usuários: Mulheres em situação de violência e seus familiares.

Formas de Acesso: Procura espontânea e por encaminhamento da rede socioassistêncial do município de Florianópolis/SC.

Endereço: Rua: Delminda da Silveira s/nº- Fundos da Promenor e ao lado da 6ª Delegacia de Polícia da Capital- Bairro: Agronômica – Florianópolis/SC.

Telefone: 3224-7373 e 3224-6605

Email: cremvfloripa@gmail.com

Horário de Funcionamento: Segunda a sexta-feira, das 08 às 19 horas.

 

 

Programa Bolsa Família (3826)

Programa de transferência de renda do Governo Federal, executado pela Prefeitura Municipal que realiza o atendimento à população, desde o preenchimento dos cadastros, digitação, acompanhamentos e esclarecimentos quanto ao repasse dos recursos via Cartão Cidadão.

 

Condições e formas de acesso: Entrar em contato com a Secretaria Municipal de Assistência Social nas terças e quintas – feiras das 13:00 às 17:00hs  para agendamento da triagem para o cadastramento. Atendimento para dúvidas e orientações todos os dias das 13:00 às 19:00hs. Atendimento para atualização cadastral, somente com hora marcada.

 

Famílias em situação de vulnerabilidade social.

Documentos necessários ao Cadastro Único:

- Todos os documentos ORIGINAIS de todas as pessoas que moram na casa:

* Carteira de identidade; Certidão de casamento;

* CPF;

* Título de eleitor;

*Comprovante de Residência: conta de água, luz ou telefone;

* Carteira de trabalho para todos os maiores de 18 anos, mesmo que não esteja assinada;

* Comprovante de renda ou benefício: declaração de trabalho autônomo, extrato bancário para pensionista ou aposentado;

* Certidão de nascimento

*Atestado de freqüência escolar ATUALIZADO, também para crianças de creches e Núcleos de Educação Infantil, (com validade de 30 dias);

 

OBS: A renda por pessoa da família não poderá ultrapassar o valor de R$140,00.

- A falta de qualquer um desses documentos não será realizada a atualização ou cadastramento.

 

Avenida Mauro Ramos – 1277 / Centro. Telefone: 3251-6256- 32516218.           

CREAS: Centro de Referência Especializado de Assistência Social (3796)

O Centro de Referência Especializado de Assistência Social - CREAS, integra o Sistema Único de Assistência Social - SUAS, constitui-se numa unidade pública, responsável pela oferta de atenções especializadas de apoio, orientação e acompanhamento a indivíduos e famílias com um ou mais de seus membros em situação de ameaça ou violação de direitos.

Atualmente, o município de Florianópolis conta com duas unidades CREAS:

  • CREAS/Ilha: Rua Rui Barbosa, nº 677 – Bairro Agronômica
  • CREAS/Continente: Rua Arnaldo Cândido Raulino, nº 183 - Bairro Estreito


Serviços vinculados:

PAEFI
: Serviço de Proteção e Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos


LA/PSC: Serviço de Proteção Social a Adolescentes em Cumprimento de Medida Socioeducativa de Liberdade Assistida (LA) e de Prestação de Serviço à Comunidade (PSC)

SEPREDI: Serviço de Proteção Especial para Pessoas com Deficiência, Idosas e suas Famílias 

Setor de Benefícios Socioassistenciais (3778)

Proporcionar às famílias em situação de vulnerabilidade e risco social, residentes em Florianópolis, o acesso a benefícios e serviços básicos de assistência social. Benefícios: cesta básica, vale transporte, aluguel social, calamidade pública e situação de emergência – Esses benefícios são solicitados via CRAS ou via demanda espontânea e encaminhamento pela rede socioassistencial e psicossocial. Auxílio natalidade e auxílio funeral – Dirigir-se à Secretaria Municipal de Assistência Social.

 

Condições e formas de acesso: Dirigir-se à Secretaria Municipal de Assistência Social das 8:00 às 18:00.

Famílias em situação de vulnerabilidade social.

Avenida Mauro Ramos – 224 / Centro.3251-6253 – 3251-6213 – 3251-6247.

Casa de Passagem para Mulheres em Situação de Rua e/ou Violência (3750)

Esse serviço de acolhimento institucional funciona na modalidade de Abrigo Institucional que pela Tipificação Nacional dos Serviços Socioassistenciais e a Política Nacional de Abrigamento de Mulheres em Situação de Violência oferece acolhimento provisório, inserido na comunidade, com características residenciais, e  proporciona ambiente acolhedor  respeitando as condições de dignidade dos seus usuários. Oferta atendimento individualizado e especializado, com vistas a conhecer a história da pessoa que esta sendo atendida. Em função da necessidade o abrigo está funcionando provisoriamente atendendo mulheres em situação de rua e/ou violência.

Usuários
: O público-alvo são mulheres acima de 18 anos, em situação de rua e/ou violência acompanhadas ou não de seus filhos (crianças e adolescentes) que não estejam sob risco de morte e que necessitam de proteção em ambiente seguro e acolhedor.

Condições e Formas de Acesso: os encaminhamentos para acolhimento neste serviço são efetuados pelos técnicos dos Serviços de Média Complexidade. 

Período de Funcionamento: Ininterrupto (24 horas).